Não-retrospectiva 2010 n.2

dezembro 22, 2010

SERTANEJO UNIVERSITÁRIO E HAPPY ROCK SE UNEM E POP-SERTAROCK TOMA O BRASIL DE ASSALTO

Dois dos ritmos mais queridos dos brasileiros de 8 a 80 anos juntaram forças para dominar a parada. Articulados pelo megamultimilionário Eike Batista os genêros musicais fundiram seu swing para dar origem aoPop-sertarock. O ritmo une o mau gosto pelas roupas do Restart com o mau gosto pelas roupas do Luan Santana, as péssimas melodias de João Bosco e Vinícius com as péssimas melodias da Banda Cine. Como música não é matemática, e negativo com negativo não dá positivo, o resultado foi o som mais nefasto já ouvido na face da terra. Quem não reclamou foi o Fiuk que já fazia algo no genêro e foi (novamente) aclamado o muso do ano.

A única reclamação veio de Leandro Lehart que comprovou através de provas cabais que ele himself já tinha inventado o genêro no clássico SambaPopBrasil. O ano termina e ninguém realmente sabe quem fez o Brasil fricotar pela primeira vez.

Inventores de um ritmo? Ou apenas do trenzinho da cavucada?

Anúncios