Não-retrospectiva 2010 n.9

dezembro 14, 2010

SUCESSO ECONÔMICO DE OBAMA FAZ O RAP AMERICANO FLORIR

Embalado na popularidade de sua eleição, Obama usou seus superpoderes pra dar um gás na economia americana. O PIB aumentou 12x, a dívida interna e externa foram zeradas e o poder de compra da população explodiu. Isso gerou um fenômeno bizarro: com tanto dinheiro no bolso os americanos gastaram tudo que tinham em cds e mp3 de rap. 2010 virou o ano do Eminem. Pra seguir este novo filão grandes nomes voltaram a cena, com força total: Vanilla Ice, Mc Hammer, Snow, entre outros. Até mesmo Will Smith, largou o cinema e voltou a fazer música.

No fim das contas, a maior conquista de Obama em 2010 foi trazer ao mundo novamente as saudosas melodias do Fresh Prince of Bel Air.

Will Smith comemora o disco de diamante

Anúncios

OSCAR 2009

fevereiro 23, 2009

1h47 Desculpem o gap, mas é que estava passando maratona sexytime no multihose. Nesse meio tempo a Kate winslet ganhou um oscar, as folhas cairam, o inverno chegou, a natureza teve sua suave vingança contra  o ser humano, a democracia perdeu um embate para o banco imobiliario e o Sean Penn fez um discurso ridículo