Direto do túnel do tempo uma notícia que marcou o mundo em 2002

Luiza Ambiel compra 60 biquínis para Casa 3

Quarta, 22 de maio de 2002



A ex-“banheira do Gugu” Luiza Ambiel está tão empolgada com a terceira edição do Casa dos Artistas, do SBT, que já comprou 60 biquínis e 30 roupas de ginástica para usar durante seus dias de “confinamento”.

Não se preocupem, foi só um sabonete que ela engoliu

Não se preocupem, foi só um sabonete que ela engoliu

Anúncios

A televisão é realmente a coisa mais legal do mundo, mas atendendo às pressões da inteligentza abrimos espaço para arte mais afetada de todas: o teatro.

Enquanto mega diretores como Gerald Thomas e Miguel Falabella encantam o Brasil com sucessos intelectuais um tipo muito mais intrigante vem chamando a atenção. Partindo do ditado “tem 2 coisas que nunca saem de moda: anões e gordinhas sexy” o diretor João Luiz Fani criou uma fábula moderna: A GORDA E O ANÃO.

Segue a sinopse na íntegra, pois acho impossível descrever esta obra de arte de forma mais hilariante:

“De uma forma alegre e despojada, após intensa pesquisa e troca de experiências, os atores Sonia Bacila (a Gorda) e Claudinho Castro (o Anão), buscam com suas características mais marcantes, contar situações hilárias do cotidiano de duas pessoas “diferentes”, porém felizes com sua condição. Você vai se divertir com o inusitado e o simples, de maneira inesquecível.”

Ímpossivel pensar em uma peça melhor. Na história da humanidade.

Por incrivel que pareça, esta peça existe de verdade

Por incrível que pareça, esta peça existe de verdade

A GORDA E O ANÃO: Teatro Lala, Curitiba
Índice corporal: Na média
Cenas de sexo: 6
Cenas de sexo que induzem ao vômito: 6